terça-feira, 1 de dezembro de 2015

VAMOS BRINCAR?

É muito comum meninas/mulheres não gostarem de fazer algumas atividades por medo da unha quebrar,  para não arruinar a chapinha ou para não se sujar. Pode ser que isso nem seja culpa de vocês frescas.
Desde pequenas escutamos coisas do tipo "você é menina tem que se comportar e não pode se sujar". Aaai que preguiça desse tipo de comentário. Mas isso também não é culpa de nossas pobres mães, isso é culpa dessa sociedade estranha a qual vivemos, que valoriza mais uma imagem do que experiencias de vida, sensações e memorias eternas e que julga uma menina/mulher que brinca se suja, sobe em árvore, pula corda entre outras brincadeiras, como mulher-macho, ou uma menina que tem problemas na conduta, "estranha".
Mas meninas, vou contar um segredo pra vocês, essas garotas são as mais legais, cheias de histórias boas, com muita confiança em si mesmas. E conto ainda outro segredo obscuro: quebrar sua linda unha brincando com as crianças da sua casa(irmão(a), sobrinho(a), filho(a), primo(a)) não vai matar você, só vai fazer com que você perca umas calorias, tire umas fotos legais, e mais importante, tenha um dia de amor com pessoas que você tem no coração.
Portanto queridas, parem e pensem de que adianta estar sempre impecável e não ter bons momentos pra lembrar junto das pessoas que amamos?
Vai se joga, brinca, não deixa a criança que tem dentro de você virar adulto!

domingo, 29 de novembro de 2015

Como sou super objetiva vou direto ao ponto, esse blog foi feito para tentar mostrar à algumas mulheres que é chato ser fresca, que ninguém tem paciência com isso!!

Não confunda delicadeza com frescura, não quero influenciar mulheres a serem machos, só quero que elas entendam o motivo de as vezes não ter um relacionamento duradouro ou não ter uma amizade de verdade(porque amizade com mulher que julga e fica "disputandinho" quem está com a roupa mais fashion ou qualquer mimimi assim, não é amizade). O ponto é, o mundo n tem mais tempo pra chororo, até porque a vida é tão simples pra gente ficar complicando. Se algo der errado aqui, olhe por outro prisma ou pra outro lado, sempre tem uma forma boa de ver as coisas, leve, lógica e sem drama.